14 de setembro de 2009

Ano lectivo 2009/2010

Ora cá estamos, mais uma vez, num novo início de ano lectivo.

Como é da praxe, aproveito para congratular os novos caloiros 09/10 pela sua entrada no ímpar mundo académico universitário.

Nestes anos, viverão concerteza (não o duvidem) dos melhores momentos das vossas vidas. Momentos confusos, envoltos em alegrias e tristezas, amores e saudades, que recordarão para sempre.

Se chegaram a este site, é porque já têm dentro de vós algo importantíssimo para o vosso futuro: a curiosidade, o querer saber mais e melhor.

Nesta altura em que tomam contacto com o mundo da Praxe Académica, também dela importa procurar e absorver o máximo de informação e, acima de tudo, experiência.

E a experiência, como sabem, adquire-se, precisamente, experimentando.

Portanto, jovens caloiros, experimentem a praxe, aproveitem-na, inicialmente, como um excelente veículo de integração e bom humor (assim deve ser) e não se assustem com os ocasionais "idiotas" que vos apareçam na frente, pois eles, vos garanto, não representam dignamente o "espírito" que é ser praxista.

Retirem, nesta altura, o que de melhor há para retirar da Praxe. No futuro, noutra altura, compreenderão quando chegado o momento de contribuir para ela.



Agora, como sempre, uma palavra aos Doutores, aos praxistas.

Sejam-no. Não se percam em "pseudos" e por amor de Deus não projectem frustrações que em vós foram projectadas pelos que vos receberam. Isso atenta contra o espírito nobre da Praxe.

Se forem pessoas inteligentes, compreenderão certamente que a Praxe serve para integrar caloiros na tradição, não afastá-los.

Compreenderão que a Praxe serve para cativar e motivar os caloiros, não humilhá-los.

Compreenderão que a Praxe serve para ensinar a boa praxis aos caloiros, não castigá-los constantemente.

Lembrem-se sempre que um bom praxista fará um bom praxista. Sejam-no.



Dito isto, começem as praxes!



"Só capas, só fitas, a Praxe continua!"

0 comentários:

Enviar um comentário