29 de abril de 2010

Desejos para a Queima de 2010

À passagem de Sábado para Domingo, começa oficialmente mais uma semana da Queima das Fitas no Porto.


Para a cidade, será apenas mais uma, entre as já muitas que a tomaram anteriormente. Para os intervenientes, os verdadeiramente dotados de espírito académico, nunca é mais uma. É sempre Queima, a primeira, a última, a do grelo ou a das fitas, a do afilhado que começa ou a do padrinho que acaba... Há sempre algo que marca uma Queima, e que marca a lembrança para uma vida.


Aos finalistas, que tudo tenha valido a pena, que as memórias durem uma vida e que a sua contribuição para a sempre bela marcha de cor pela baixa portuense seja o culminar de toda uma vivência académica repleta de momentos ímpares de partilha de companheirismo e de amizade.


Apela-se a todos os praxistas para que o espírito reinante, como não poderá deixar de ser, impere numa base de respeito e boa disposição. Evitem-se os exageros, combatam-se as prepotências e as idiotices, não se manchem momentos belos com quezílias dignas de analfabetas claques de futebol... Nunca se esqueçam que são universitários que envergam um traje e que comportamentos menos dignos conspurca toda a classe que o enverga.


Finalmente, aos caloiros, divirtam-se muito neste culminar do primeiro ano de vivência praxística. Muito mais virá, não queimem tudo duma vez, moderação sempre!



"Só capas, só fitas, a Praxe continua!"


O Administrador