HIERARQUIA PRAXE

- HIERARQUIA DA PRAXE -

A hierarquia da PRAXE, em escala ascendente, é a seguinte:

I — BICHOS — pertencem à categoria de bichos:
a) Os alunos dos liceus e colégios particulares;
b) Os alunos dos cursos médios não universitários, só o sendo quando tenham usado Capa e Batina (ou Casaco Preto) após a matrícula, não obstante serem sempre considerados estudantes.
c) Os alunos que, embora não matriculados nos liceus ou colégios particulares, tenham um ou mais explicadores das matérias aí versadas, se usarem ou já tiverem usado Capa. Batina (ou Casaco Preto), ainda que só fora da cidade do Porto.
Não a tendo usado ainda no ano lectivo em curso, mas tendo‑a usado na última Queima das Fitas, continuarão a ser considerados como bichos, se porventura continuarem a estudar no ensino liceal.

II — PARAQUEDISTAS — pertencem a esta categoria:
a) Os alunos do ano Zero da Universidade Católica.
b) Os alunos do ano Zero da Universidade Livre.
c) Os alunos que tenham entrado na Universidade do Porto, mas que ainda não tenham efectuado a respectiva matrícula na Secretaria desta Universidade.

III — CALOIROS — pertencem a esta categoria os alunos de cursos superiores que na Universidade do Porto estejam matriculados pela primeira vez sem que antes se tenham matriculado em qualquer estabelecimento de ensino superior, português ou estrangeiro.

lV — CALOIROS ESTRANGEIROS — pertencem a esta categoria os alunos que, embora já tendo estado matriculados num estabelecimento de ensino superior, português ou estrangeiro, todavia estejam matriculados na Universidade do Porto pela primeira vez.

V — PASTRANOS — pertencem a esta categoria os alunos que foram caloiros nacionais durante o ano lectivo anterior, no espaço que medeia entre o dia do Cortejo da Queima das Fitas e três dias antes da abertura oficial da Universidade do Porto no ano lectivo seguinte.

VI — SEMI‑PUTOS — pertencem a esta categoria os alunos que estejam inscritos pela segunda vez na Universidade do Porto e sem nenhuma outra matrícula em qualquer outro estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro sendo‑o,
a) Durante o ano lectivo completo, no espaço que medeia entre a abertura oficial das aulas da Universidade do Porto e o respectivo fecho, nos cursos de 5 e 6 anos de duração.
b) Durante o espaço que medeia entre a abertura oficial da Universidade do Porto e o princípio do segundo semestre do ano lectivo, nos cursos de 4 anos de duração.

VII — PUTOS — pertencem a esta categoria:
a) Os alunos que estejam matriculados pela terceira vez na Universidade do Porto e sem nenhuma outra  matrícula em qualquer outro estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, sendo‑o nos cursos de 5 e 6 anos de duração.
b) Os alunos que tenham três matrículas em estabelecimentos de ensino superior, das quais duas pelo menos na Universidade do Porto, sendo‑o nos cursos de 5 e 6 anos de duração.
c) Os alunos, com duas matrículas na Universidade do Porto e sem nenhuma outra matrícula em qualquer outro estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, dos cursos com 4 anos de duração sendo‑o durante o segundo semestre do ano lectivo em curso.
d) Os alunos com duas matrículas no ensino superior sendo uma das quais na Universidade do Porto, nos cursos com 4 anos de duração, sendo‑o durante todo o segundo semestre do ano lectivo em curso.

VIII — TERCElRANISTAS — pertencem a esta categoria os alunos com três matrículas no ensino superior sendo duas das quais pelo menos na Universidade do Porto, pertencentes a cursos com 4 anos de duração.

IX — QUARTANISTAS — pertencem a esta categoria todos os alunos com 4 matrículas no ensino superior sendo duas das quais pelo menos na Universidade do Porto.

X — QUINTANISTAS — pertencem a esta categoria os alunos que tenham cinco matrículas no ensino superior português ou estrangeiro, das quais duas, pelo menos, na Universidade do Porto.

XI — SEXTANISTAS — pertencem a esta categoria os alunos dos cursos com 6 anos de duração, que tenham 6 matrículas, em estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, das quais duas, pelo menos, na Universidade do Porto.

XII — DOUTORES DE MERDA — pertencem a esta categoria:
a) Os alunos que tenham três matrículas, em cursos de quatro anos de duração e estejam inscritos no terceiro ano do curso, em estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, das quais duas, pelo menos, na Universidade do Porto.
b) Os alunos que tenham 4 matrículas, em cursos de 5 anos de duração e estejam inscritos no 4º ano do curso, em estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, das quais duas pelo menos, na Universidade do Porto.
c) Os alunos que tenham 5 matrículas, em cursos de 6 anos de duração e estejam inscritos no 5ºano do curso, em estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, das quais duas, pelo menos, na Universidade do Porto.

XIII — MERDA DE DOUTORES — pertencem a esta categoria todos os alunos matriculados, no último ano dos respectivos cursos, em estabelecimento de ensino superior português ou estrangeiro, devendo estar matriculados pelo menos duas vezes na Universidade do Porto.

XIV — VETERANOS — Pertencem a esta categoria:
a) Os alunos que, tenham na Universidade do Porto um número de matrículas superior às necessárias para tirar normalmente o curso e  que tenham usado o grelo três dias seguidos ou não.
b) Os alunos que, como tal tenham sido considerados pelo conselho de Veteranos, por mérito académico.

XV — DUX‑FACULTIS — pertencem a esta categoria os Veteranos que tiverem sido eleitos como tal pelos Conselhos de Veteranos das respectivas Faculdades.


XVI — DUX‑VETERANORUM — Tem esta categoria, o Veterano que tiver sido eleito como tal pelo Conselho de Veteranos da Academia.


- HIERARQUIA DAS FACULDADES -

A hierarquia das Faculdades, por ordem decrescente, é a seguinte:

Faculdade de Medicina;
Faculdade de Ciências;
Faculdade de Engenharia;
Faculdade de Letras;
Faculdade de Farmácia;
Faculdade de Economia;
Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar;
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação;
Faculdade de Arquitectura;
Faculdade de Medicina Dentária;
Faculdade de Desporto;
Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação;
Faculdade de Belas Artes;
Faculdade de Direito;
Direito - UCP (Universidade Católica Portuguesa);
Teologia - UCP;
Biotecnologia - UCP;
Economia e Gestão - UCP;
Universidade Portucalense;
ISEP (Instituto Superior de Engenharia do Porto);
ISCAP (Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto);
ESE (Escola Superior de Educação do Porto);
ISSSP (Instituto Superior de Serviços Sociais do Porto);
Universidade Lusíada;
ISCS-N (Instituto Superior de Ciências da Saúde - Norte)

Os critérios usados são os seguintes:
-Universidade do Porto
a) Data da criação das Faculdades
b) Anos do Curso
- Cursos que conferem licenciatura
a) Data da criação das instituições